PREVENÇÃO

É o melhor remédio para evitar o glaucoma que é a maior causa de cegueira irreversível do mundo.

Clique aqui e conheça os seus direitos

Evolução do campo visual - Clique aqui

 Glaucoma

O Glaucoma é uma doença ocular grave que afeta entre 0,5% e 2% da população, segundo estatísticas feitas na Europa e Estados Unidos. Ainda que não seja possível curar o Glaucoma, os avanços no diagnóstico e tratamento permitem que a maior parte dos doentes com Glaucoma

Imagem nervo óticomantenham uma visão útil ao longo das suas vidas. As crianças podem também nascer com Glaucoma, mas o mais comum é a doença afetar os adultos acima dos 40 anos. Os diabéticos, e os familiares de doentes com Glaucoma tem mais probabilidades de ter a doença que a população em geral.

O Glaucoma, não tratado, pode conduzir à cegueira. De fato, constitui, juntamente com a diabetes ocular, as duas maiores causas de cegueira incuráveis nos paises ocidentais. Os sintomas iniciais do Glaucoma são poucos, e mesmo pessoas que vêem aparentemente bem, podem sofrer da doença. Assim, o diagnóstico precoce e um tratamento sério e prolongado são a chave para salvar a visão. A causa do Glaucoma tem a ver com um fluido (humor aquoso) que, produzido no globo ocular, circula em vários pontos do olho, sendo depois filtrado para fora deste. No Glaucoma, este fluido não é expelido do olho corretamente. Assim, a retenção do fluido aumenta a pressão intra-ocular, e este afeta e destrói o nervo óptico, a via de transmissão de imagem do olho para o cérebro.

O glaucoma é uma doença crônica que dura toda a vida, e é necessário que o paciente fique em observação e tratamento contínuo, para manter controlada a pressão intra-ocular e evitar a perda parcial ou total da visão. Quanto mais rápido se descobrir e tratar a doença, menor será tal perda.

  • Ir para a próxima página (O que é o glaucoma)
  • Ir para o menu de navegação
  • Ir para a página anterior

Copyright 2007 VEJAM.COM.BR vejam@vejam.com.br

Desenvolvido por VIRTUAL E DIGITAL