PRESSÃO

O aumento da pressão é causado por um bloqueio que evita a dreanagem do humor aquoso

Clique aqui e conheça os seus direitos

Evolução do campo visual - Clique aqui

 O que é o glaucoma

GLAUCOMA, uma palavra proveniente do grego definida pelo dicionário Aurélio como "doença caracterizada pela dureza do olho, conseqüência do aumento da tensão intra-ocular, e que pode afetar perturbações visuais transitórias ou definitivas". Mas o que é realmente o glaucoma?

Imagem do canal de drenagem do olhoO glaucoma é uma doença causada por uma deficiência na drenagem do humor aquoso (líquido transparente produzido pelo corpo ciliar e localizado entre a córnea e o cristalino), podendo causar aumento da pressão intra-ocular (PIO), comprometimento do nervo óptico e alterações de campo visual. Pense em seu olho como se fosse uma pia, na qual a torneira e o ralo ficam permanentemente abertos. O humor aquoso está constantemente circulando através da câmara anterior. O humor aquoso flui entre a lente e a íris e, após nutrir a córnea e a lente, flui para fora através de um tecido esponjoso e fino chamado malha trabecular, ou pelo Canal de Schlemm, que servem como o ralo (escoamento) do olho. Então, há uma obstrução nesse canal de drenagem do líquido que não para de chegar, fazendo com que a PIO aumente progressivamente.

Já o nervo óptico pode ser comparado a um cabo elétrico, contendo uma quantidade enorme de fios. O acúmulo do humor aquoso e consequente aumento da pressão intra-ocular pode danificar as fibras dos nervos, fazendo assim com que se desenvolvam pontos cegos. Muitas vezes as pessoas só percebem estas áreas cegas depois do nervo óptico já ter sofrido danos irreversíveis. Se todo o nervo for destruído, ocorre a cegueira.

Há mais de dois mil anos o homem já se deu conta da existência do glaucoma. Mas a identificação e o conhecimento dele passou a ser melhor com o oftalmoscópio, aparelho de uso rotineiro que foi descoberto na segunda metade do século XIX, em que se conheceu que havia um comprometimento grande do nervo ótico nas pessoas com pressão alta do olho.. Somente mais tarde é que se descobriu uma forma de medir a pressão do olho e se conhecer a razão do desgaste do nervo óptico. Através da detecção precoce, diagnóstico e tratamento, você e seu oftalmologista podem ajudar a preservar a sua visão.

Imagem do nervo ópticoHoje, atinge 3% da população e já é a segunda maior causa de cegueira no mundo, Nos países subdesenvolvidos, a primeira causa é a catarata e, nos desenvolvidos, é a degeneração macular relacionada à idade. O glaucoma é a maior causa de CEGUEIRA IRREVERSÍVEL no mundo. O paciente geralmente não percebe que sofre de glaucoma. O glaucoma é insidioso. Na maioria dos casos desenvolve-se lentamente, no transcurso de meses ou de anos, sem ocasionar nenhum sintoma. O dano pode progredir com tanta lentidão que a pessoa não se dá conta da perda gradual da visão. Em geral, a visão vai piorando até que finalmente começa a afetar o próprio centro do campo visual e se estabelece a cegueira permanente. Alguns pacientes poderão experimentar sintomas vagos, que são importantes avisos de que é necessário um exame ocular completo. Esses sintomas podem compreender a necessidade de trocar com freqüência a graduação dos óculos, dificuldade para adaptar-se à obscuridade, perda de visão lateral e visão embaçada. Em raros casos, pode haver outros sintomas, como o aparecimento de halos ou arco-íris ao redor das luzes e cefaléias ou dor ocular intensa.

  • Ir para a próxima página (Tipos de glaucoma)
  • Ir para o menu de navegação
  • Ir para a página anterior (Glaucoma)

Copyright 2007 VEJAM.COM.BR vejam@vejam.com.br

Desenvolvido por VIRTUAL E DIGITAL